equipamentos médicos, gestão empresarial

Os desafios de gestão em um hospital regional

Para quem acha que a gestão hospitalar é tarefa simples, está totalmente equivocado. As organizações que prestam serviços de saúde são complexas. Além dos médicos e enfermeiros, que atuam diretamente no atendimento aos pacientes e estão ligados ao resultado do hospital, há os que atuam na administração, mas também têm papel importante no êxito de salvar vidas.

A administração de um hospital é um ramo de atividade na qual as novas tecnologias se fazem presentes no dia a dia, exigindo dos responsáveis cada vez mais especialização. Isso fez com que surgisse um novo profissional capaz de gerenciar da melhor forma as áreas burocráticas e técnicas de um hospital, sempre levando em consideração os objetivos empresariais e econômicos da organização.

Administração empresarial

Hoje é possível enxergar a complexidade dessas organizações, que apresentam uma série de singularidades. É muito fácil encontrarmos excelentes profissionais da saúde, mas que se tornam péssimos administradores hospitalares. Isso porque ignoram o fato de que um hospital deve ser tratado como uma empresa, levando em consideração o lado econômico.

Assim como em uma empresa, o hospital oferece um serviço e também deve gerar sua viabilidade econômica. Isso mostra que essas organizações devem ser administradas dinamicamente e com os mesmos princípios gerais que regem as empresas.

Tarefas de um gestor hospitalar

O que torna difícil o alcance da eficiência de um administrador hospitalar é a falta de preparo dos profissionais da saúde para lidar com atividades, tarefas e ferramentas, como:

    • Ferramentas de suporte e de gestão;
    • Conhecimentos em gestão da qualidade e instrumentos práticos;
    • Administração dos bens patrimoniais do hospital;
    • Patrimônio operacional;
    • Gestão de logística e de suprimentos na administração hospitalar;
    • Finanças e custos, administração financeira;
    • Planejamento estratégico;
    • Gestão estratégica de negócios;
    • Gerenciamento dos sistemas administrativos, tais como organogramas;
    • Elaboração de estatuto;
    • Regulamento, regimento;
    • Estudos de processos, clientes;
    • Licitações e negociações;
    • Administração de contratos/convênios;
    • Planejamento de recursos humanos/corpo clínico, centro de estudos;
    • Controle de estagiários;
    • Questões que envolvam a adoção de aparatos contra infecções hospitalares em geral ou epidemias.

Características de um gestor hospitalar

Também podemos elencar as principais características de um administrador de hospital:

    • Facilidade para realizar a definição e a mensuração dos resultados, que são mais difíceis do que em outras organizações;
    • Facilidade de trabalhar em situações de natureza emergencial;
    • Facilidade e precisão em tomadas de decisões rápidas;
    • Capacidade para realizar atividades altamente interdependentes, sendo necessário um alto grau de integração entre os diversos grupos profissionais;
    • Alto nível de especialização;

Na gestão hospitalar há pouco controle organizacional efetivo sobre os responsáveis diretos pelo trabalho – os médicos. Por isso, em algumas instituições existe uma dupla linha de autoridade. É comum encontrar gestões mais democráticas, onde as decisões são baseadas nos conhecimentos técnicos (atividade-final). Enquanto há outra, mais burocrática para a área de apoio, que necessita de regras e procedimentos do mesmo nível. Mas essas diferentes formas de hierarquias podem gerar problemas com coordenação e responsabilidades.

Distribuição de recursos

Os profissionais do administrativo controlam, junto com seu próprio trabalho, as decisões administrativas especialmente no âmbito da distribuição de recursos. E como a área da saúde está intimamente ligada às novas tecnologias, importantes para diagnósticos e tratamentos cada vez mais sofisticados, os administradores precisam estar atentos e sempre estudando para conhecer as novas tecnologias do mercado. E como os custos no setor são altos, é preciso estar preparado tanto para a necessidade de novos aparelhos para o centro médico, quanto para a distribuição eficiente de recursos. Dessa forma, podemos enxergar um pouco da complexidade que é a gestão de uma organização hospitalar.

Acompanhe nosso blog e a página do Facebook para saber mais sobre o nosso trabalho!



E-BOOK GRÁTIS

Descubra como aprimorar ainda mais a gestão hospitalar
BAIXAR AGORA

TELEVENDAS
0800 600 3253

 Nossa equipe de consultores está a disposição para solucionar suas dúvidas. Se preferir, acesse o nosso formulário de atendimento. 
ATENDIMENTO MEDICALWAY
Atendimento